Internet: a bridge to the world

Utilização de soluções Google no ensino de Geografia. Um projeto com alunos do 8º ano de escolaridade.

e-mail 1, email 2, email 3

Abstract.

This article describes the "Internet: a bridge to the world" consists of activities for students of basic education in public schools using local solutions resulting from Google Inc. research. The principal activities are the exploration and research using the Internet, the portal of Google search and work with the tool "Google Maps", implemented in the complementation of the teaching content of the geography.

Resumo. Este artigo descreve o projeto “Internet: uma ponte para o mundo” constituído de atividades para alunos do ensino fundamental de uma escola pública municipal, utilizando soluções resultantes das pesquisas tecnológicas realizadas pela Google Inc. As principais atividades são a exploração e pesquisa utilizando a internet, o portal de busca Google e o trabalho com a ferramenta “Google Maps”, aplicada na complementação do ensino de conteúdos da disciplina de geografia.

1. Introdução

O ensino de geografia é um ambiente propício para a inclusão digital devido às transformações aceleradas ocorridas no clima, no meio ambiente e sociedade em geral. Assim, seria impossível falar de tecnologias de informação e comunicação (TIC´s) sem mencionar a relação com este conteúdo e com o professor de geografia.

O grande avanço dos meios de comunicação, a globalização e as transformações que ocorrem no mundo demandam que as pessoas aprendam, busquem e gerenciem informações geográficas de forma rápida e completa. Mapas geográficos muitas vezes já ultrapassados e com erros, não são suficientes para que o professor de geografia possa transmitir um conteúdo conciso e real aos seus alunos. O uso escolar dos produtos e técnicas de sensoriamento remoto de alta resolução apresenta-se como recurso para o processo de discussão/construção de conceitos geográficos pelos alunos. Através desta ferramenta, pode-se verificar suas possibilidades de uso em diferentes âmbitos do ensino de geografia [Gonçalves et al 2007].

Existem vários programas e conteúdos na internet que podem ser usados para o ensino desta disciplina, por exemplo [KGeography 2009], [Spring 2009] e [XrMapa 2009]. Neste artigo apresentamos um breve relato da experiência com o “Google Maps” [Google Maps 2009] e outras soluções resultantes da pesquisa realizada pela empresa Google. Esta ferramenta pode ser considerada uma das mais inovadoras para o ensino atualizado de alguns conteúdos de geografia, turismo e educação em geral. Em comparação com outras ferramentas existentes, o Google Maps foi escolhido pelos seguintes motivos: não precisa ser instalado no computador do usuário, funciona em qualquer navegador de internet, é gratuito, possui uma interface simples que facilita a navegação e a utilização de suas funcionalidades, além de possibilitar interação entre usuários que possuam uma conta no ambiente e a interação do usuário com os mapas (inclusão de fotos, marcações, vídeos).

2. O Projeto

O projeto intitulado “Internet: uma ponte para o mundo” é realizado pelo professor de geografia nas turmas de 7ª série (cuja nomenclatura atual é 8º ano) do ensino fundamental de uma Escola Pública Municipal situada na Zona rural no centro-oeste de Minas Gerais. Este projeto faz parte de seu trabalho de conclusão do curso técnico em informática. As aulas expositivas e práticas são realizadas no laboratório de informática e os alunos agrupados em dupla, no intuito de uma interação maior entre os mesmos. Os materiais utilizados são os computadores, data show, quadro branco, pincel, papel, lápis e borracha.

O projeto atual está dividido em três atividades principais: “revisão dos principais conceitos”, “introdução à internet” e “utilização da ferramenta Google Maps”.

Para este trabalho realizou-se uma revisão dos principais conceitos que serviriam de base para o trabalho prático: a questão cartográfica, a produção de mapas, a localização, a orientação, etc. e os satélites como instrumento de uso na geração de informações. Segundo [Branco e Lucci 2008] essas atividades que envolvem a relação do homem com o espaço aproximam o conhecimento à realidade vivida pelo aluno e desenvolve suas habilidade cognitivas, constituindo um importante instrumento para a formação de um cidadão consciente e crítico

Na segunda atividade, os alunos conheceram a história da internet, a importância e o seu funcionamento, os principais aplicativos de navegação que existem, dicas de sites úteis, receberam instruções para utilizarem a internet e realizarem pesquisas escolares através do portal de busca [Google 2009]. Noções de netiqueta (Castro, 1997) também foram discutidas, ou seja, um guia de “bom” comportamento na internet.

A terceira atividade, com o Google Maps, será descrita na seção seguinte.

3. Google Maps no ensino de Geografia

Google Inc. é uma empresa com fins lucrativos voltada para serviços de pesquisa. Além de um importante portal de buscas na internet, citado anteriormente, ela oferece vários serviços inovadores: agenda, e-mail, listas e grupos de discussão, blogger, navegador, pesquisa de livros e artigos digitais, criação de sites, dentre outros.

Google Maps é um serviço gratuito que funciona diretamente na internet. Fornece pesquisas para visualização de mapas e imagens de satélite da Terra. Por meio da tecnologia de sensoriamento remoto, satélites detectam a energia (luz do sol e luzes artificiais são as mais evidentes) refletida por tudo que existe na superfície da Terra. O satélite no espaço, possui um sensor que capta essa energia, transforma em sinais elétricos e envia para uma estação de recepção na Terra. Estes sinais são transformados em gráficos, tabelas e imagens, como as que aparecem no Google Maps e Google Earth. O Google Maps também ajuda a fazer rotas para qualquer destino, basta definir seu endereço de partida e o de chegada que o roteiro desejado aparecerá na tela, com detalhes como tempo aproximado e rota mais curta para o destino com o nome de todas as ruas no seu caminho.

Várias atividades foram planejadas pelo professor de geografia, juntamente com o professor da área de informática, para que os alunos as executassem no Google Maps.

§ Pesquisa de locais: a escola onde estudam, por exemplo. Visualizar este local através das opções disponíveis na ferramenta: mapa, satélite, terreno.

§ Várias dicas de passeio foram citadas para que os alunos pudessem fazer um reconhecimento do mapa relacionado. Dicas municipais, estaduais, nacionais e mundiais: cidade, estado, casa, prefeitura, igreja, museu, Torre Eiffel, etc.

§ Solicitou-se que os alunos desenhassem no papel um pequeno mapa da região onde a escola está localizada.

§ Uma espécie de jogo, onde os alunos tinham que descobrir quais os locais do planeta que vão sendo mostrados no mapa.

§ Identificação de fotos e vídeos de lugares que foram marcados por outras pessoas.

§ Criação de um mapa a ser guardado na área “Meus Mapas” e seu compartilhamento para que os demais colegas pudessem conhecê-lo e interagir através da edição de legendas.

4. Avaliação dos Resultados

Os alunos se empenharam e ficaram mais motivados e receptivos para aprender o conteúdo apresentado. Uma avaliação oral mostrou que a ferramenta auxiliou as pesquisas geográficas e proporcionou melhor interpretação da matéria aplicada. Além disso, a importância dessas atividades ficou clara quando uma prova escrita foi aplicada para a turma que participou desta atividade prática e para outra turma que não participou. O desempenho da primeira turma foi superior ao da segunda, sua média ficou na faixa dos 8-9 pontos, enquanto da outra turma, na faixa dos 6-7 pontos.

Este tipo de atividade também coloca o conhecimento do professor à prova e com essa experiência faz com que ele tente melhorar a cada dia e que consiga chegar a um ponto ideal no uso de TIC´s no ensino desta disciplina. Uma avaliação da prática docente mostrou os principais itens apontados como positivos e negativos, os dados foram tabulados e serão utilizados em experiências futuras. Os principais pontos analisados foram: grau de satisfação sobre os recursos utilizados, atenção do professor com os alunos, conhecimento do professor no conteúdo e principalmente para responder dúvidas sobre as ferramentas

Os alunos não tiveram muitas dificuldades apesar de esta ter sido a primeira experiência da maioria deles com tal ferramenta. Bastou uma breve apresentação sobre o uso para que todos compreendessem o funcionamento e conseguissem realizar as atividades propostas.

5. Conclusão

O objetivo geral deste projeto inicial tem sido alcançado: mostrar a riqueza de informações que a internet pode trazer ao aluno sobre um determinado tema e ensinar como utilizar a internet para consultas escolares. Os objetivos específicos também: saber o que é e como surgiu a internet, aprender a “navegar” por diversas páginas na internet, saber utilizar os principais recursos das ferramentas utilizadas e compreender as suas características, entender que as imagens são capturadas a partir de vários satélites. Com essa proposta o professor adquire outras opções além do velho atlas ou globo e passa a oferecer a seus alunos uma nova motivação para reconhecer por meio de imagens de satélite, o seu bairro, cidade, estado, país e o mundo todo. A idéia é mostrar como é fácil e simples a leitura de mapas de vários lugares através dessa tecnologia.

Foi constatado, de modo geral, que os alunos não tiveram muitas dúvidas de como utilizar as ferramentas (o buscador Google e Google Maps). Acredita-se que o fato de todas serem da mesma empresa e possuírem o mesmo padrão de usabilidade seja um ponto considerável a favor do uso das mesmas neste tipo de atividade.

Os desafios de uso das TIC´s no ensino da geografia e de outras disciplinas podem ser criados pelos próprios professores e orientadores, baseando-se nas experiências adquiridas e no perfil dos alunos.

6. Trabalhos Futuros

Na continuidade do projeto, novas propostas relacionadas a certos conteúdos e turmas, estão sendo elaboradas para utilizar o [Google Moon 2009] e o [Google Mars 2009]. A primeira ferramenta permite a visualização da lua em várias opções de zoom e é possível verificar informações das operações da NASA que foram à lua . A outra permite consultar os detalhes da superfície do planeta Marte. Além disso, busca-se que este projeto seja incluído no roteiro acadêmico complementar das turmas de ensino fundamental e médio.

Outra ferramenta interessante e que também pode ser utilizada no ensino de Geografia é o [Google Earth 2009], também fornecida pela Google. Está disponível numa versão gratuita para uso privado e em versões licenciadas para o uso comercial. Com o Google Earth é possível viajar para qualquer lugar da Terra e ver imagens de satélite, mapas, terrenos e construções em 3D, de galáxias no espaço aos cânions dos oceanos. Também se pode explorar um vasto conteúdo geográfico, salvar seus locais visitados e compartilhar com os amigos. Uma das vantagens do Google Earth é a exibição prática que o mesmo faz das coordenadas geográficas, possibilitando que o professor trabalhe latitude e longitude com os alunos.

7. Referências

Branco, A.L. e Lucci, E.A. (2008) Geografia - Homem & Espaço 8º Ano - 7ª Série, Editora Saraiva.

Castro, M.A. Netiqueta guia de boas maneiras na internet - Guia de consulta rápida. (1997). Novatec.

Gonçalves, A.R., André, I.R.N., Azevedo, T.S., Gama, V.Z. (2007) “Analisando o uso de imagens do Google Earth e de mapas no ensino de geografia”, Revista Eletrônica de Recursos en internet sobre Geografía y Ciências Sociales, n. 97, 2007. Universidad de Barcelona.

Google. <http://www.google.com.br>. [28 de março de 2009].

Google Maps. <http://maps.google.com.br>. [28 de março de 2009].

Google Earth. < http://earth.google.com/intl/pt/>. [29 de março de 2009]

Google Moon. <http://www.google.com/moon/>. [29 de março de 2009].

Google Mars. <http://www.google.com/mars/>. [29 de março de 2009].

KGeography. <http://kgeography.berlios.de/>. [28 de março de 2009]

Spring. <http://www.comunidadespring.com.br/>. [28 de março de 2009]

XrMap. <http://classe.geness.ufsc.br/index.php/Xrmap>. [28 de março de 2009]

Please be aware that the free essay that you were just reading was not written by us. This essay, and all of the others available to view on the website, were provided to us by students in exchange for services that we offer. This relationship helps our students to get an even better deal while also contributing to the biggest free essay resource in the UK!